Colunistas

Olha o carnaval aí, geeeeeente!

Olá!

Mal acabaram as férias e já, já tem criança em casa novamente. Seja você uma mãe “de bloquinho” ou “de banquinho”, é hora de se aprumar na vida para não enlouquecer e aproveitar o feriadão.

Vamos por partes…

Como diria a filósofa contemporânea também conhecida como Namaria Braga: “Acooooooooooooooooooorda, menina!!”

A maioria das escolas faz um bailinho de carnaval. Então, cuida na fantasia! Não deixe para a véspera ou a gente paga preço de abadá de micareta em uma simples capa do Batman! O bom de se planejar com antecedência é que a gente ainda consegue customizar ao gosto da criança e dar asas à imaginação.

Pense no cardápio! Não sei vocês, mas minha dupla come o triplo quando fica em casa… Ao fazer as compras da semana, considere esses dias – além de possíveis visitantes – e capriche nas frutas e ingredientes para fazer uma gracinha na cozinha. Aproveita para inventar pratos que sejam simples de fazer e traga os pequenos para perto!

Uma coisa que não falta aqui, nesse tipo de período, é material de artesanato: folhas para colorir, lápis de cor, giz, aquarela, hidrocor… Como anda o estoque aí? Quando eles se cansam de brincar ou quando começam a se estranhar, é hora de uma pausa – sentar e pintar é relaxante e evita brigas, acredite!

Se os pequenos também gostam de assistir, já deixe pré-selecionado alguns filmes!
Melhor sentar e já assistir que perder um tempão (e a paciência deles) procurando um… Por falar em filmes, já anota para ir estocando milho de pipoca! Pipoca é certeira quando se trata de criança!

E se você é daqui do Rancho Fundo (vulgo Jacobina)* confira os espaços de diversão para crianças e cogite levá-los, considerando a logística: Precisa reservar ingresso? E o transporte? Tem lanche? Quais os custos?

Espero ter ajudado com ideias para essa data!
No mais, não esqueçam da água! Tenham uma garrafinha sempre por perto, pois com esse calor, nem os cactos estão resistindo, imagina essas florezinhas saltitantes, também conhecidas como filhos!

Até a próxima,

Beca.

*Eu costumo brincar com as amigas das regiões metropolitanas do Sul/Sudeste que moro num interior tão interior que inspirou Chitãozinho e Xororó naquele hino “No Raaaaaaaaaaaaaaaancho Fuuuuuundo, bem pra lá do fim do muuuuuuundo” (confessa que você cantou também! 😀 )

 

Por Rebeca Pinho
 @acasadateacher

Colunista quinzenal
Falando sobre maternagem e organização doméstica, de forma leve e bem humorada!

 

Gostou do post? Deixa aqui nos comentários!
Você também ode gostar desse: Volta às aulas e a mega da virada

Siga-nos em nossas redes sociais:

Instagram
Facebook
Pinterest

Participe do nosso grupo no whatsapp: Participar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *