Colunistas

Como Nunca Ter Cárie Na Vida – Parte 2

#2 – Comportamento cariogênico (O hábito de ingerir açúcar)

Como falamos no post anterior, desenvolvi uma didática própria para ensinar a alguém como nunca ter cárie na vida, por perceber que muitas pessoas dizem escovar os dentes e mesmo assim tem cárie.
Dividi o problema da cárie em 4 esferas: o comportamento, a alimentação, o dente e a higiene.
Entendendo isso, ficará muito fácil controlar a cárie, pois você entenderá a dinâmica desse problema que acomete muitas pessoas.
Hoje começaremos a falar da esfera número 1 da cárie, a esfera do comportamento. 

Nós, seres humanos somos seres que construímos hábitos. Algumas pessoas não percebem, mas os hábitos são extremamente poderosos e controlam as nossas vidas. Vou dar um exemplo: Pesquisadores fizeram um estudo com pessoas que estavam tentando parar de fumar. Eles pegaram pessoas que fumavam muitos cigarros por dia e descobriram que a quantidade de cigarros que fumavam era maior do que a necessidade da dependência química pela nicotina. A maioria dos cigarros fumados por dia correspondia ao hábito de estar segurando o cigarro e o levando a boca. 

Da mesma forma existem comportamentos que as pessoas repetem diversas vezes e favorecem o aparecimento da cárie. Vou citar os principais hábitos cariogênicos:

O hábito de ingerir alimentos doces:

O substância mais cariogênica que existe é a sacarose, que é um açúcar. A sacarose é esse açúcar que encontramos empacotados e a venda nos mercados. 

E de onde vem o hábito de ingerir alimentos doces e como corrigi-lo?

Bom, esse hábito pode começar a se formar em uma pessoa desde a vida intrauterina. Gestantes que consomem alimentos doces, já estão transferindo para os seus filhos uma preferência por alimentos doces também. Isso porque o nosso paladar, é adquirido.
Por isso, a prevenção da cárie se inicia diminuindo a chance da criança ter preferencia pelo alimento mais cariogênico que existe, o açúcar.
Isso por que ingerir açúcar frequentemente é um hábito e não uma necessidade fisiológica. Portanto, sugiro que mulheres gestantes evitem ao máximo consumir alimentos doces, e sugiro também que você impeça que o seu filho coma alimentos doces até os 2 anos de idade. Isso vale para açúcar na mamadeira, achocolatados (como o Nescau), refrigerantes (tem muito açúcar nos refrigerantes) e doces em geral.
Isso serve para evitar que durante as principais refeições a criança prefira comer doces do que alimentos saudáveis, como legumes e verduras. 

O nosso paladar continua sendo adquirido por toda a vida. Vou dar um exemplo: Eu não gostava de comida japonesa, comecei a comer um pouquinho aqui, um pouquinho ali quando estava com os amigos e hoje eu gosto de comida japonesa.
Adquiri o paladar para comida japonesa. Isso pode ter acontecido com você em algum momento: Não gostar de algum alimento e depois passar a gostar.

Estou falando do açúcar, por que a sacarose é o alimento mais cariogênico que existe, mas isso vale para as outras substâncias que também são cariogênicas. 

Para concluir, um dos requisitos da esfera do comportamento é diminuir no seu filho o hábito de consumir açúcar. 

No próximo post continuaremos a falar dos comportamentos cariogênicos.

Um abraço e até breve.

Por Carol Rizo – Cirurgiã-Dentista
@carolrizo

Colunista quinzenal

Gostou do post? Deixa aqui nos comentários!
Você também ode gostar desse: Como nunca ter carie na vida – parte 1

Siga-nos em nossas redes sociais:

Instagram
Facebook
Pinterest

Participe do nosso grupo no whatsapp: Participar!

VEM SER UMA MÃE EMPREENDEDORA DIGITAL: Participa do nosso Grupo VIP no WhatsApp (Link na BIO do @maeempreendedoradigital_) que te conto como você pode trabalhar no conforto da sua casa, pertinho de seus filhos e ainda assim conquistar sua independência financeira!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *