Colunistas

Como nunca ter cárie na vida – Parte 3

#3 – Comportamento cariogênico (O hábito de escovar os dentes)

E esse é mais um hábito que deve ser construído, e mais uma vez, quanto mais cedo, melhor. Minha recomendação é que a higiene bucal comece quando a pessoa ainda é bebê, a partir de 45 dias de vida.
Não recomendo que faça a limpeza da boca do bebê antes do 45 dias de vida.
É muito importante começar cedo esse hábito de higienizar a boca ainda quando bebê, porque?
Porque quando nascerem os dentes do bebê, ele vai estar em uma fase, que a psicologia chama
fase oral. A fase oral é aquela em que a criança reconhece o mundo pela boca. Seu tato ainda não é tão sensível quanto de um adulto e a boca é a parte mais sensível do seu corpo, por isso ela coloca tudo na boca, para perceber o mundo a sua volta.
E nesta fase, a boca é um lugar sagrado para a criança, ela não vai deixar ninguém mexer lá facilmente. Por isso os pais tem grande dificuldades em iniciar o hábito de higiene bucal nas crianças. Os pais muitas vezes começam a limpar a boca da criança quando ela já tem dentes e está exatamente na fase oral, e daí que vem a dificuldade.

Mas, ainda não está perdido, se seu filho ainda não escova os dentes e está nessa fase, vamos aprender o que fazer agora.

Mãe e Pai, vocês precisam entender fortemente uma coisa: os seus filhos vão copiar o comportamento de vocês. Por isso que vemos crianças querendo fazer a barba, como o papai, crianças querendo calçar a sandália da mamãe. Porque eles copiam comportamentos.
Os pais querem escovar os dentes da criança, mas a criança nunca viu seus pais escovarem os dentes… Para construir esse hábito os pais devem levar a criança para o banheiro e escovar os dentes na frente do seu(a) filho (a), podendo dar para criança uma escova de dentes pequena, pra ela ir brincando de escovar, enquanto o papai e a mamãe escovam os dentes. Depois de deixar a criança brincar com a escova na boca, o pai ou a mãe vai lá e escova os dentes do filho(a).

Para a criança aceitar melhor esse hábito, é importante que as escovações sejam feitas em momentos felizes.
A criança não pode encarar a escovação como uma obrigação, e sim um momento feliz com a família.
Se o seu filho ainda assim não deixou você escovar os dentes dele, você vai repetir essas tentativas quando a criança estiver alegre, principalmente com a família reunida, sempre passando a impressão que isso é um momento feliz da família.

Se ainda assim seu filho não estiver deixando você escovar os dentes dele, vamos usar mais reforços positivos: você vai procurar no youtube e mostrar pra seu filho, vídeos de crianças escovando os dentes para estimula-lo a fazer o mesmo.
Essas técnicas tem que serem feitas repetidas vezes até que escovar os dentes se torne um hábito na vida do seu filho.

Se ainda assim ele não deixar escovar os dentes, tem mais 2 estratégias para faze-lo deixar: você vai convidar um amiguinho do seu filho que escova os dentes a ir na sua casa brincar e em um dado momento, após comerem você vai chama-los para escovarem os dentes. Seu filho deve ver o amiguinho escovando e você vai estimula-lo a escovar também, de maneira alegre, para que ele copie esse hábito positivo do amiguinho.

Se essa última estratégia não funcionar, você agora vai usar um reforço negativo para persuadi-lo.
Existe um sentimento em nós que nos protege, é aquele sentimento que nos faz olha para os 2 lados antes de atravessar a rua, o medo. Neste caso você vai buscar na internet uma foto de uma criança com os dentes estragados e vai mostrar a ele o que acontece com os dentes de crianças que não escovam.
Essa estratégia de usar o medo é diferente daquele medo que algumas pessoas colocam nas crianças em relação a monstros como o bicho papão, porque o bicho papão não existe, mas se a criança não escovar os dentes dela realmente vão ficar estragados daquele jeito. Sendo então uma estratégia válida (essas 2 duas dicas finas funcionam apenas com crianças maiores).

Depois que você conseguiu fazer com que o seu filho consiga escovar os dentes, o próximo passo [e instalar nele a frequência correta desse hábito positivo. Pesquisas mostram que escovar os dentes 3x ao dia, é muito mais efetivo na redução do índice de cárie, do que escovar os dentes 2x ou menos por dia. Na esfera da higiene trataremos a técnica de escovação. 

No próximo post teremos mais um artigo da esfera de comportamento, antes de passar para a esfera número 2, a esfera da alimentação. 

Um abraço e até breve.

Por Carol Rizo – Cirurgiã-Dentista
@carolrizo

Colunista quinzenal

Gostou do post? Deixa aqui nos comentários!
Você também ode gostar desse: Como nunca ter carie na vida – parte 2

Siga-nos em nossas redes sociais:

Instagram
Facebook
Pinterest

Participe do nosso grupo no whatsapp: Participar!

VEM SER UMA MÃE EMPREENDEDORA DIGITAL: Participa do nosso Grupo VIP no WhatsApp (Link na BIO do @maeempreendedoradigital_) que te conto como você pode trabalhar no conforto da sua casa, pertinho de seus filhos e ainda assim conquistar sua independência financeira!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *