Colunistas

QUANDO LEVAR A CRIANÇA AO PSICÓLOGO?

Diferente dos adultos, as crianças nem sempre conseguem expressar verbalmente uma dor emocional. Alguns sinais podem ajudar a detectar que algo não vai bem emocionalmente e que a criança necessita da ajuda de um Psicólogo Infantil.

Seguem abaixo alguns desses sinais:

            ✔Queixas relacionadas ao sono, como terror noturno e enurese noturna;
            ✔Dificuldades alimentares, como compulsões ou falta de apetite;
            ✔Comportamentos regressivos;
            ✔Crianças vítimas de violência;
            ✔Queixas relacionadas à escola, como queda no rendimento, bullying e dificuldade de aprendizagem;
            ✔Agressividade, agitação, ansiedade ou medos excessivos;
            ✔Tristeza excessiva, choro frequente;
            ✔Isolamento, dificuldades nos relacionamentos e na interação social;
            ✔Alterações significativas e repentinas no comportamento;
            ✔Acontecimentos relevantes ou traumáticos, como separação dos pais, morte de alguém próximo, mudanças repentinas de escola ou cidade.
           

Esses sinais podem ser observados pela família, pela escola, pelo pediatra ou por outros profissionais que acompanham a criança. O Psicólogo Infantil irá identificar e trabalhar com essas questões, auxiliando a criança e sua família no enfrentamento de suas dificuldades.

          A principal vantagem da prática clínica com crianças é que intervenções precoces podem evitar situações de sofrimento psicológico que poderiam se arrastar por um longo período e até mesmo comprometer a funcionalidade cognitivo-comportamental adulta. (Renato Caminha).

A maioria dos problemas de saúde mental na idade adulta tem início na infância e adolescência, derivados, dentre outros fatores, da desregulação emocional.

Realizar intervenções na infância, tanto preventivas quanto clínicas, favorecem a aquisição de maior capacidade de resiliência, prevenindo adoecimentos psíquicos na fase adulta.

Como não amar uma profissão que me permite contribuir para um mundo melhor e ajudar as pessoas a lidarem com as adversidades da vida? Esse é um dos meus grandes propósitos dentro da Psicologia Infantil!

Beijos e até breve!

Por a colunista Gabriele Brito
@psi.gabrielebrito

Psicóloga Infantojuvenil
CRP: 03/11975

Gostou do post? Deixa aqui nos comentários!

Você também ode gostar desse: Explicando o corona vírus para ascrianças

Siga-nos em nossas redes sociais:

Instagram
Facebook
Pinterest

Participe do nosso grupo no whatsapp: Participar!

VEM SER UMA MÃE EMPREENDEDORA DIGITAL: Participa do nosso Grupo VIP no WhatsApp (Chama no direct do @maeempreendedoradigital_) que te conto como você pode trabalhar no conforto da sua casa, pertinho de seus filhos e ainda assim conquistar sua independência financeira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *